Pink Floyd, Matildas Mother. Project Gutenberg

Eu me lembro perfeitamente de estar na casa de uma familia alemã quando mexendo nas prateleiras eu vi um conto igual a esse em alemão, que cortavam o dedo do palhacinho toda vez que colocavam na boca. Cara, isso não é legal pros menores.
Deixa em inglês, marmanjo que quizer leia:

Der Struwwelpeter, penned by German psychiatrist Heinrich Hoffmann and released in Germany in 1845, is full of tales of children misbehaving—and the awful, bizarre fates they suffered for doing so. Augustus doesn’t eat his soup, and so he wastes away and dies. Harriet plays with matches and sets herself on fire. But none is stranger or more terrifying than the tale of poor Conrad, also known as Suck-a-Thumb:

One day, Mamma said: “Conrad dear,
I must go out and leave you here.
But mind now, Conrad, what I say,
Don’t suck your thumb while I’m away.
The great tall tailor always comes
To little boys that suck their thumbs,
And ere they dream what he’s about.
He takes his great sharp scissors out
And cuts their thumbs clean off, and then,
You know, they never grow again.”

When Conrad sucks his thumb again, he is visited by the tailor, who chases the boy with a giant pair of scissors and cuts off both of his thumbs. Gruesome—and, if Der Struwwelpeter’s sales are any indication, perhaps an effective teaching tool for parents: By 1876, over 100 editions had been printed.

017 (1) 018-1  018-2

Sidney Carvalho bom tinha mais 3 figuras do soldadinho cortando os dedos do menino que ficava com o dedo na boca. Muito curiosamente ocasionalmente nunca imaginei ver esse livro dinovo na minha vida mas estava lendo aqui sobre o Floyd e ocasionalmente ele se retrata sobre essa coleção de libro e foi no que deu.

MAMÃE MATILDA *
(Barrett)

Havia um rei
Que governava a terra
Sua majestade
Estava no comando
Com olhos prateados
A águia escarlate
Derramou prata sobre o povo
Oh Mãe, conte-me mais

Por que você tem que me deixar lá
Vagando com meu ar de infância, esperando
Você tem apenas que ler as linhas
De rabiscos pretos e tudo brilha

Cruzando o córrego com sapatos de madeira
Sinos tocam para contar ao Rei as notícias
Mil cavaleiros envoltos na névoa
Escalando mais alto, certa ocasião

Imaginando e sonhando
As palavras têm significados diferentes
Sim, elas tinham…

Por todo o tempo passado naquela cômoda
O velho e sombrio perfume da casa de bonecas
E contos de fada me mantinham no alto
Flutuando sobre nuvens de luz do sol
Oh Mãe, conte-me mais
Conte-me mais…

* Praticamente todas as imagens dessa canção foram extraídas do livro de versos infantis Cautionary Tales, de Hilaire Beloc. Quando essa música era tocada ao vivo, Syd abria o livro e lia diversos poemas. A intenção era fazer isso na gravação, mas os detentores dos direitos autorais não permitiram.

~ by dineyinsights on June 7, 2015.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: