O OURO DE OFIR

Quanto vale um ser humano? Qual o valor que temos diante de Deus? Muitos se sentem (neste exato momento) desprezados, humilhados, como quem nada vale, como alguém por quem ninguém daria um centavo, mas a realidade é bem outra. Você pode até ser desprezado pelos homens, porém para Deus você é único, o mais precioso, o mais radiante ouro de ofir.

Você já ouviu falar no ouro de Ofir? Pois é. Quase ninguém entende este termo usado na Bíblia para expressar o valor do homem e da mulher aos olhos do Senhor. Está escrito: “Farei que o homem seja mais precioso do que o ouro puro, e mais raro do que o ouro fino de Ofir.” (Isaías 13:12). Você é mais precioso do que o ouro puro e mais raro do que o ouro fino de Ofir.

O que é mesmo ouro de Ofir? Boa pergunta. Salomão pediu a Deus sabedoria e recebeu de brinde riquezas incontáveis e poder. A sabedoria de Salomão o fez administrar o reino com grande habilidade, então o rei Salomão dividiu seu território em províncias administrativas, construiu estradas e entrepostos comerciais nos lugares mais distantes de Jerusalém.

Salomão formou o mais poderoso exército de sua época, não obstante, manteve o país em perfeita paz por quarenta anos. O rei Salomão não era um homem de guerra, antes, era um bom comerciante e um gestor de mão cheia. Além disso, o rei firmou acordos prósperos com várias nações ao redor, como o que estabeleceu com Hirão, rei de Tiro, cujo reino ficava na Fenícia.

Graças ao acordo com Hirão foi possível construir o Templo de Jerusalém. Com Hirão, Salomão construiu uma numerosa esquadra mercantil, que navegava por todo o Mediterrâneo carregando riquezas preciosas, foi o apogeu do comércio marítimo. Também com Hirão o rei de Israel conquistou minas de ouro em grande número e entre elas a mina de ouro de Ofir, que era uma cidade fenícia, veja: “E enviou-lhe Hirão, por meio de seus servos, navios, e servos práticos do mar, e foram com os servos de Salomão a Ofir, e tomaram de lá quatrocentos e cinqüenta talentos de ouro; e os trouxeram ao rei Salomão.” (2 Crônicas 8:18).

Séculos depois escavações arqueológicas identificaram uma cidade-fortaleza que se acredita ser a fabulosa cidade de Ofir. O ouro trazido de Ofir era finíssimo, puro e raro, era o mais precioso metal da época e foi ao ouro de Ofir que Deus comparou o ser humano.

Deus julga é o coração do homem, Deus não olha a aparência, nem se impressiona com belas palavras, o que Deus observa é o conteúdo, portanto tanto faz ter, ser, poder e acontecer em termos humanos, Deus exalta é o humilde. Ele é o Deus que exalta e abate e de Suas mãos ninguém pode livrar.
Não importa a circunstância que você está vivendo, pode ser um deserto, ou pastos verdejantes, em ambos os casos, você precisa do Senhor e Ele lhe considera tão precioso quanto o mais puro ouro de Ofir, isso significa dizer que você é fonte de riqueza e de vida e Deus quer usá-lo em Sua Obra.

~ by dineyinsights on September 29, 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: