Sun Bin, um grande estrategista militar

 

Sun Bin (?-316 a.C.) é considerado por muitos estudiosos como um dos mais ilustres estrategista militares após Sun Tzu (também conhecido como Sunzi), embora ainda haja controvérsia se ele era descendente direto de Sunzi. Seu nome Bin, que está associado a uma antiga pena cruel, reflete suas provações como um homem talentoso no Período dos Reinos Combatentes.

Em seu período de formação e estudo, o talento da Sun Bin era invejado por seu colega Pang Juan, que almejava ser o melhor general e estrategista militar, mas que estava ciente do dom de Sun Sin.

Para se assegurar que ninguém poderia se rivalizar com ele, depois que Pang Juan se tornou general um ano mais tarde no Estado de Wei, ele armou uma cilada contra Sun Bin, pedindo-lhe ajuda, mas logo em seguida incriminou-o e acusou-o de traição. Como punição Sun Bin teria sua face tatuada, marcando-o como criminoso, e suas pernas foram cortadas na altura dos joelhos (punição chamada ‘bin’, como seu nome), o que arruinaria suas chances de se tornar um general, enquanto Pang Juan poderia ascender incontestável.

Eventualmente, após descobrir os planos contra ele, Sun Bin foi ajudado e escapou para o Estado de Qi. Ele foi bem recebido pelo general Tianji e pôde mostrar seus talentos pela primeira vez numa lendária corrida de cavalos.

Na famosa corrida de cavalos entre o general e o rei do Qi, os cavalos eram sempre classificados em três categorias; primeira classe, média e inferior e quem ganhava mais no total das categorias vencia. Sun Bin elaborou uma estratégia para o general; mudando a ordem de seus cavalos de corrida, colocando os cavalos inferiores do general contra os melhores do rei, os melhores do general contra os medianos do rei e os medianos do general contra os inferiores do rei. O general venceu a aposta naquele dia e o rei ficou muito impressionado com a estratégia de Sun Bin. Mais tarde, o rei nomeou-o como seu general e conselheiro chefe.

Este evento mais tarde se tornou um idioma chinês, “a estratégia de corrida de cavalos do general Tianji”, que aconselha as pessoas a reunirem suas vantagens para competirem com os pontos fracos do adversário e, assim, ter a vitória final.

A redenção de Sun Bin foi alcançada em duas batalhas memoráveis que levam seu nome e são recordadas na história militar chinesa.

A primeira batalha começou quando seu velho rival, o general Pang Juan, levou um grande exército para sitiar o Estado de Zhao. Para ajudar o Estado de Zhao com o pequeno exército de Qi, Sun Bin aconselhou o general Tianji a cercar a capital de Wei, já que todas as tropas de elite de Wei estavam fora. Sun Bin também refinou ainda mais este plano, enviando forças pequenas e fracas para atacar uma importante base militar de Wei, usando a derrota para reforçar a arrogância do general Pang Juan e, então, utilizando tropas de elite para atacar o capital de Wei.

Pang Juan apressou a retirada de seu exército para defender sua capital quando percebeu a situação. Seu exército foi emboscado por Sun Bin na metade do caminho e sofreu enormes perdas devido à exaustão, despreparo e surpresa.

“Sitiar Wei para salvar Zhao”, a estratégia de aliviar o sítio cercando a base dos sitiantes foi listada como o segundo dos 36 estratagemas militares clássicos chineses.

A segunda e final batalha entre a Sun Bin e Pang Juan acorreu 13 anos mais tarde. Quando o rei de Wei comandou Pang Juan para sitiar o Estado de Han com seu grande exército, Sun Bin atacou sua base novamente com um pequeno exército. Aprendendo com sua última lição, Pang Juan correu de volta para a capital, mas bem preparado, porém, o exército de Sun Bin recuou e retornou ao Estado de Qi. Para vingar sua última derrota, Pang Juan fez seu exército perseguir Sun Bin.

Desta vez, Sun Bin concebeu o novo truque de “reduzir fogareiros”; o exército de Sun Bin diariamente era enviado para diminuir as fogueiras e fogareiros inimigos em grandes quantidades. Quando o general Pang Juan percebeu isso, ele julgou que a moral do exército de Sun Bin estava baixa e que um grande número de soldados estaria desertando. Sabendo que Sun Bin era aleijado e movia-se lentamente, Pang Juan estava ansioso em capturá-lo e só levou uma pequena tropa de elite pessoal para perseguir Sun Bin.

Sun Bin calculou que a tropa pessoal de Pang Juan chegaria a um vale estreito ao cair da noite, um local perfeito para uma emboscada. Ele ordenou que seus soldados colocassem um grande tronco de árvore perto da estrada, removessem sua casca e escrevessem as palavras “Pang Juan morre aqui”; em seguida, que cortassem todas as outras árvores nas proximidades e as colocassem pela estrada. Então, ele ordenou que todos os arqueiros se camuflassem nas proximidades e permanecessem prontos para atirar cada flecha à primeira vista de fogo perto do tronco de árvore.

Quando o general Pang Juan chegou ao local e acendeu uma tocha para ler a mensagem na árvore, centenas de flechas voaram em sua direção. Sabendo que seu destino estava selado e com graves ferimentos, Pang Juan cometeu suicídio com sua espada ao lado da árvore.

Posteriormente, Sun Bin deixou o exército e começou a escrever seu livro “Estratégias militares de Sun Bin” e a ensinar seus seguidores escolhidos num lugar reservado. Sua obra é considerada uma contribuição valiosa e um texto importante e complementar a ‘A Arte da Guerra’ de Sun Tzu.

~ by dineyinsights on August 23, 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: