Xuan Wu

ZHENG WU

O deus das montanhas WUDANG

Na china antiga, os astrólogos dividiram as 28 constelações celestes em 4 mansões principais: ao sul, o Palácio Violeta,ao leste, o Dragão verde e azul, ao oeste o Tigre Branco, e ao norte, o Guerreiro Negro (Xuan Wu). A mansão do Norte estava configurada sob a forma de uma tartaruga e uma serpente. “No Norte sua cor é negra, origina dali o nome de Negro (Xuan); a tartaruga tem uma carapaça, daí o nome de Guerreiro (Wu)”, diz um antigo texto.

De acordo com a lenda, Xuan Wu (o Guerreiro Negro) era a 82ª encarnação de Taishang Laojun (Lao Tze), seu nascimento (situado durante o reinado do mítico Imperador Amarelo)  estava cheio de acontecimentos sobrenaturais.  Seus pais, de sangue real criaram-no como um ser excepcional, outorgando-lhe grande amor e consideração. Aos quinze anos, Xuan Wu decidiu estudar o Taoísmo e abandonou sua casa. Sua mãe o seguiu derramando lágrimas, com um gesto de sua espada, Xuan Wu fez brotar a corrente de um grande rio que os separaram.

Xuan Wu marchou para o sul, se estabelecendo na montanha Taihe, na atual província de Hubei. Ali cultivou as técnicas mágicas do Taoísmo e as artes marciais. Durante sua estadia, foram mudados os nomes das montanhas Taihe (Harmonia Suprema) para Wudang (“ somente Wu as pode dominar”). Aqui cultivou durante 42 anos, recebendo as instruções da Princesa  Original do vazio Púrpura, sobrenome do imortal Wei Huacun. Um dia em um ato de fé e coragem, saltou do pico Fei Sheng e ascensionou diretamente ao céu. No céu o Soberano de Jade outorgou-lhe o título de deidade da Constelação do Norte.

Mais adiante o nome de Xuan Wu foi trocado para Zhen Wu (Guerreiro Verdadeiro) devido a um tabu relacionado com o nome do imperador Zhao Xuanlang. Quando um imperador morria os ideogramas de seu nome não podiam ser utilizados, tornavam se tabu.

Wudang está repleto de lendas sobre Zhen Wu. Podemos contemplar os poços onde recolheram as lágrimas da mãe dele, a marca de um pé gigantesco em uma rocha, recordação da força do kung-fu dos golpes de Zhen Wu. No pico mais alto de Wudang Tianzhu, ainda hoje conserva se uma estatua de Zhen Wu que os peregrinos veneram, junto a capela dos monges, objeto de culto muito popular.

As representações de Zhen Wu são representadas sentado como corresponde a sua classificação, com cabelos soltos em uma mão, lembrança dos dias chamânicos e símbolo de sua prática de cultivo interior, brande uma espada que o converte em um dos deuses marciais do Taoísmo.

Às vezes em seu aspecto terrífico é representado com um terceiro olho na testa, que julga os mortais sem piedade.

Sempre tem cerca uma tartaruga com uma serpente ao redor do pescoço esticado, símbolo de seu poder e da constelação do Norte, as vezes é acompanhado pelos seus assistentes, O Menino Dourado” e a Menina de Jade”.

Sua festa é no terceiro dia do terceiro mês lunar, quando os taoístas colocam sua estátua no altar, costuma ser na direção Norte.

~ by dineyinsights on April 22, 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: