A descoberta do fogo segundo os chineses

A mitologia chinesa é repleta de sábios, audazes e perseverantes heróis que atuam em defesa da população. Sui Ren é um deles.

O conto versa sobre o período em que os homens ainda não dominavam o fogo. Na penumbra da noite, os seres humanos agrupavam-se atemorizados pelos uivos de animais selvagens. Além disso, os homens consumiam alimentos crus, eram dizimados por doenças e tinham uma baixa expectativa de vida.

Um imortal Fu Xi, que vivia no céu, nutria uma profunda compaixão pelas cotidianas dificuldades dos seres humanos. Ele ansiava que eles dominassem o uso do fogo e mandou uma tempestade com trovões. Após um grande “brrum”,os raios cortaram as árvores, incendiaram seus galhos e tornaram os bosques um mar de fogo. As pessoas fugiram apavoradas. Pouco depois, a tempestade cessou enquanto a noite vinha chegando e a terra e o ar exalavam um cheiro de umidade. As pessoas se agruparam defronte às árvores queimadas. Neste momento, um jovem percebeu que não havia mais os uivos de animais selvagens e pensou: “será que os animais têm medo dessa coisa brilhante?”Aproximou-se com coragem do fogo e sentiu-se aquecido. Animado, chamou seus companheiros: “Venham cá. O fogo nos trouxe luz e calor “.

Enquanto isso, outras pessoas descobriram animais mortos, cujas carnes exalavam um cheiro gostoso. As experimentaram e gostaram. Conhecendo o uso de fogo, começaram a recolher ramos de árvores para manter acesa as chamas e um plantão para guardá-la todo o dia. Mas, um dia, o plantão dormiu no seu posto e a chama apagou-se. A humanidade voltou a cair na escuridão.

Fu Xi acompanhou tudo isso no céu e entrou no sonho do jovem que descobriu o uso de fogo, dizendo: “No Ocidente existe um país da Luz. Pode ir lá para buscar sua chama ”. Ao acordar, o jovem lembrou-se das palavras do imortal e decidiu buscar a chama no País da Luz.

Atravessando altas montanhas, grandes rios e imensas florestas, o jovem chegou finalmente ao País da Luz. Mas, não havia lá nem luz solar nem qualquer chama acesa. O mundo, ali, era escuro. Decepcionado, o jovem sentou-se em baixo de uma grande árvore. De repente, descobriu uma coisa cintilante à sua frente. O jovem levantou-se, começou a procurar a fonte da luz e viu alguns pássaros comendo pequenos insetos na árvore. O atrito entre o bico das aves e o tronco das árvores provocava faíscas. Inspirado pela cena, o jovem pegou um galho e começou a perfurar o tronco da árvore. Surgiram faíscas, mas não obteve fogo. O jovem insistiu em tentar o fogo friccionando os galhos nas árvores. Pouco a pouco, as fricções provocaram fumaça e, finalmente, o fogo. O jovem, emocionado, chorou.

O jovem voltou à terra natal e ensinou a técnica de produzir fogo com fricções. A população, admirando a valentia e sabedoria do jovem, elegeu-o como seu líder e chamou-o Sui Ren, “Homem do Fogo”.
images (27)

~ by dineyinsights on March 30, 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: