Kowloon – Imagens da cidade mais caótica do mundo

A história é fantástica, porém é real.

Imagine um bairro com mais de trezentos arranha céus, todos construídos sem um único arquiteto, com uns 15 andares na média, colados uns nos outros, entupidos de micro  apartamentos, com a maior densidade populacional do planeta, onde reinava o crime e a clandestinidade, com péssimascondições de vida.  Essa bizarrice existiu de verdade.

Cerca de 33.000 famílias se amontoaram em Kowloon Walled City, Honk Kong até o ano de 1992, quando todo o complexo foi demolido. Interessados pelo fenômenos, o fotógrafo canadense Greg Girard, em colaboração com seu colega  Ian Lamboth passaram cinco anos de imersão  na cidade, fotografando, conhecendo e investigando a cidade.  São imagens impactantes que agora a Iconoclastia Incendiária mostra pela primeira vez no Brasil.

Os apartamentos que tinham janelas para fora eram os mais valorizados, então essa imagem mostra a burguesia de KowloonOs apartamentos que tinham janelas para fora eram os mais valorizados, então essa imagem mostra a burguesia de Kowloon

Mir Lui foi designado para trabalhar na cidade como carteiro em 1976 e não teve escolha. Ele era uma das poucas pessoas que conheciam os meandros do seus labirintos. Usava um chapéu para protegê-lo das constantes goteiras

Mir Lui foi designado para trabalhar na cidade como carteiro em 1976 e não teve escolha. Ele era uma das poucas pessoas que conheciam os meandros do seus labirintos. Usava um chapéu para protegê-lo das constantes goteiras

Como lá ninguém tinha carros, não haviam ruas, apenas corredores estreitos. Não havia vigência nenhuma de regras de segurança ou de saúde. Todos os becos pingavam deste complexo caótico.Para descreve-la, o fotógrafo Girard escreveu assim em sua página:

“Passei cinco anos fotografando e me familiarizando com a cidade murada, seus moradores, e como ela foi organizada. Aparentemente comprometida e anárquica em sua superfície, ela realmente funcionou e, em grande medida, funcionou bem “

Kowloon começou ha muito tempo. Durante a Dinastia Song, serviu como um posto de vigia para os militares defenderem a área contra os piratas. Também servia para gerir a produção de sal. Até que caiu sob o domínio Britânico.

Durante a ocupação japonesa em Hong Kong na Segunda Guerra Mundial, partes do muro foram demolidas para fornecer materiais de construção para o aeroporto que se erguia ali perto, o atual Kai Tak, vizinho do complexo.

Mas foi com a saída do Japão que a coisa degringolou de vez. Inúmeros posseiros passaram a se refugiar lá dentro. Kowloon tornou-se um paraíso para os criminosos e usuários de drogas e foi comandado pelas Tríades chinesas até 1974.
O que são Tríades Chinesas? São as Máfias Chinesas, talvez as mais cruéis do mundo, que passaram a existir depois da Guerra do Ópio na China. A cidade então era dominada pelas máfias Chinesas.

Os gritos de crianças brincando em telhados eram frequentemente abafados pelo som dos aviões a jato. A pista do Aeroporto terminava a menos de 100 metros dali, então o ruído e cheiro de querosene estavam presentes a todo instante pelo pouco de ar que ainda havia

Os gritos de crianças brincando em telhados eram frequentemente abafados pelo som dos aviões a jato. A pista do Aeroporto terminava a menos de 100 metros dali, então o ruído e cheiro de querosene estavam presentes a todo instante pelo pouco de ar que ainda havia

Gente coisa é outra fina: os terraços eram para os poderosos, chamados Íons: Eles podiam desfrutar do pulmão que é um terraço. Mesmo sendo um ar com cheiro de querosene, ainda é melçhor que os apartamentos pequenos e sem janelas abaixo dele

Gente coisa é outra fina: os terraços eram para os poderosos, chamados Íons: Eles podiam desfrutar do pulmão que é um terraço. Mesmo sendo um ar com cheiro de querosene, ainda é melhor que os apartamentos pequenos e sem janelas abaixo dele

06

No térreo, vemos uma parte iluminada, onde o muro havia sido destruído. Esta parte era voltada ao aeroporto. A parte escura mantinha o mudo desde a época dos piratas.

Quando a cidade começou a ser famosa, Honk Kong resolveu demolir ela. Aqui um  morador protesta contra a baixíssima indenização que recebeu. A polícia, ao fundo, executa a desocupação.Quando a cidade começou a ser famosa, Honk Kong resolveu demolir ela. Aqui um morador protesta contra a baixíssima indenização que recebeu. A polícia, ao fundo, executa a desocupação.

Unir o útil ao... Agradável? Fabricantes de alimentos processados se mudavam para Kowloon para escapar da vigilância sanitária, dos impostos e para poder pagar salários miseráveis aos seus funcionários, que também moravam ali.

Unir o útil ao… Agradável?
Fabricantes de alimentos processados se mudavam para Kowloon para escapar da vigilância sanitária, dos impostos e para poder pagar salários miseráveis aos seus funcionários, que também moravam ali.

O local de trabalho durante o dia virava sala de estar e quarto durante a noite. Quando a esposa de Hui Tung Choy e duas filhas se juntaram a ele e a sua fábrica de macarrão, o mesmo espaço também virou play ground e escrivaninha para as crianças fazerem suas lições de casa. Tudo, é claro, com muito macarrão e farinha encrustados por tudo

O local de trabalho durante o dia virava sala de estar e quarto durante a noite. Quando a esposa de Hui Tung Choy e duas filhas se juntaram a ele e a sua fábrica de macarrão, o mesmo espaço também virou play ground e escrivaninha para as crianças fazerem suas lições de casa. Tudo, é claro, com muito macarrão e farinha encrustados por tudo

Até o início da década de 1980 a cidade era famosa por bordéis, cassinos, salões de cocaína e antros de ópio. Mas também tinham praças de alimentação que serviriam até carne de cachorro e tinha um número de dentistas sem escrúpulos que trabalhavam DE QUALQUER JEITO.

Com tanta coisa acontecendo lá, tornou-se  o foco de uma crise diplomática com a Grã-Bretanha e China recusando-se a assumir a responsabilidade por suas notícias.

Apesar de ser um antro de criminalidade muitos de seus habitantes passaram suas vidas em relativa paz. A densidade de crimes acompanhava a densidade populacional, mesmo sem a presença da polícia por lá.

Quando acontecia um crime em Hong Kong, ele não tinha nada de especial. Mas quando acontecia um crime em Kowloon, ele passou a ser “mais um crime em Kowloon”. Ao longo do tempo, às autoridades britânicas e chinesas encontraram a cidade seja cada vez mais insuportável, apesar das taxas de criminalidade mais baixas em anos posteriores.

Mas a qualidade de vida e as condições sanitárias eram muito atrás do resto de Hong Kong. Então finalmente foram feitos planos para demolir os prédios.

Muitos dos moradores protestaram e disseram que estavam felizes vivendo em condições precárias, mas o governo gastou US $ 2.7billion dólares com indenizações  e em evacuações iniciados em 1991. Eles foram concluídas um ano depois.

10

Aqui vemos Lei Yu Yi, 90 anos, que morava em um pequeno e úmido cubo do terceiro andar. Junto está Plana, com 68 anos de idade, esposa de seu primeiro filho Lung Chun. O arranjo é típico dos valores tradicionais chineses em que a esposa cuida de seus sogros.

Coração de mãe: O proprietário deste mercadinho é Chan Pak, 60 anos Ele tinha uma paixão especial para gatos e possuía sete quando esta foto foi tirada.

CCCoração de mãe: O proprietário deste mercadinho é Chan Pak, 60 anos Ele tinha uma paixão especial para gatos e possuía sete quando esta foto foi tirada.

Uma vida normal dentro dos labirintos. O varejo e boa parte da indústria eram auto-suficientes em KowloonUma vida normal dentro dos labirintos. O varejo e boa parte da indústria eram auto-suficientes em Kowloon

13

Se o seu edifício está ficando torto, prenda ele com cabos de aço no prédio do vizinho. Se aparecem rachaduras no teto, coloque uma estaca para não cair. O maior caos da história da arquitetura.Se o seu edifício está ficando torto, prenda ele com cabos de aço no prédio do vizinho. Se aparecem rachaduras no teto, coloque uma estaca para não cair. O maior caos da história da arquitetura.Pelo lado de fora, milhares de pessoas transitavam pelos seus comércios atraídos pelos preços baixos. Nas varandas, os ricos se davam ao luxo de cultivar temperos e lavar as mãos em cima das lojas. É um luxo lavar as mãos para o céu aberto

Pelo lado de fora, milhares de pessoas transitavam pelos seus comércios atraídos pelos preços baixos. Nas varandas, os ricos se davam ao luxo de cultivar temperos e lavar as mãos em cima das lojas. É um luxo lavar as mãos para o céu aberto

Milhares de antenas de TV.  As televisões eram janelas virtuais dos cubículos abaixo. A programação também não eram para eles, mas sim para os mais ricos, que moravam além. Só restava sonhar e até o sonho era programado pelo virtual. Chupa, Matrix.

Milhares de antenas de TV. As televisões eram janelas virtuais dos cubículos abaixo. A programação também não eram para eles, mas sim para os mais ricos, que moravam além. Só restava sonhar e até o sonho era programado pelo virtual. Chupa, Matrix.

Uma Rua

18

Uma peixaria livre de encargos

Adornos de uma casa

A luz do dia mal penetra na grade de lixo, sobre Templo de Tin Hau, construído em 1951 em um beco da rua Lo Yan.

A luz do dia mal penetra na grade de lixo, sobre Templo de Tin Hau, construído em 1951 em um beco da rua Lo Yan.

22

Muitos filmes usaram essa cidade como locação. Talvez você lembre do filme O grande Dragão Branco e o tal Kumitê, onde se faziam lutas clandestinas

E enfim, tudo foi derrubado. Não porque gerava crimes, mas porque gerava notícias. Não porque as condições de vida eram precárias, mas porque o lugar não recolhia impostos. Não porque era um problema, mas porque era um estorvo.

~ by dineyinsights on February 17, 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: