Kappa (河童) ou Kawako (川子) “A Criança do Rio”

KAPPA ou KAWAKO

Kappa , Gataro ou ainda Kawako (que significa “filho do rio”) é o nome de um youkai (demônio) aquático do folclore japonês. Ele pode ser tanto benéfico quanto maléfico e os japoneses acreditam que há algumas maneiras de se proteger contra um kappa maldoso.

Kappa (Imagem: Reproducao do Livro Kojiki)

O KAPPA é uma criatura mística que vive em rios, lagoas e lagos. Dependendo da região, ele pode ser maléfico ou benéfico. A ele é atribuído à maioria dos afogamentos de mulheres e crianças. Porém, em algumas regiões, ele também pode ser grato aos que salvam a vida delas.

Em Tsugaru, na província de Aomori, eles são cultuados e considerados Kami (deuses) das águas. Antigamente chamados Mizuchi.

Essa criatura tem o tamanho de uma criança, e a altura varia de 60 cm até um metro, dependendo da região. Sua descrição mais comum é de uma criatura com cabelos, corpo escamoso, costa de tartaruga, membranas nos pés e nas mãos, cor verde e amarela, e cabeça que lembra a de um macaco. Tem uma descrição do Kappa que lhe agregam um bico semelhante a uma ave, mas em todas sempre o relatam como tendo no alto da cabeça, um estranho orifício contendo um misterioso líquido, que dizem ser a fonte de todo seu poder.

Kappa desafia os humanos

Um dos maiores prazer do Kappa é desafiar os seres humanos para um confronto, e o desafortunado que receber tal convite, não pode recusar-se a atendê-lo, pois a morte é certa. Embora seja o Kappa temível e briguento, é também extremamente educado, e sabendo tirar proveito dessa qualidade oportuna, poderá ter uma chance de escapar da morte, ao ser desafiado por ele.

Escapando do Kappa

Kappa atacando no lago (Imagem: Mural de site Japonês)

Quem receber um desafio desse tipo, deve se curvar profundamente diante do Kappa, que por sua vez, sentirá o dever de retribuir inclinando-se cortesmente, e ao fazê-lo, o líquido que é a fonte de sua força, escorrerá do orifício de seu crânio, deixando-o fraco, e ao desafiado, cabe fugir o mais rápido possível, pois a fraqueza do Kappa é momentânea, pois o fluído se regenera ao simples contato com a água.

Querer derrotar o Kappa é um desastre, pois dizem que o Kappa é indestrutível mesmo estando fraco. A lenda conta que os japoneses aprenderam a curar fraturas com um Kappa, que ofereceu seus conhecimentos em troca do seu braço que fora amputado por aldeões em um Vilarejo.

O Kappa pode restaurar seus ossos se forem quebrados em questão de minutos, e se parte de seu corpo for arrancada, ele pode prendê-la novamente, unindo seus ossos e carne ao corpo, e regenerando-se rapidamente. Em algumas lendas conta que ele pode fazer crescer seus membros novamente.

 

Protegendo-se do Kappa

Existe um modo de proteger-se do Kappa, mas este tem que ser precavido, pois a pessoa tem sempre que andar com cascas de pepino, e o Kappa tem que estar dentro d’água.

Escreva seu nome e deu seus familiares nas cascas de pepino e as jogue no rio ou lago – onde o Kappa estiver. O pepino é o alimento preferido do Kappa, e ele não recusará algo tão suculento. Ao aceitá-lo, sentirá moralmente obrigado a retribuir a gentileza, não fazendo mal a essas pessoas por ser educado e honrado. É por isso que o makimono (enrolados) de arroz com pepino se chama KAPPAMAKI.

O s gostos do Kappa

O Kappa tem os gostos como o de um vampiro, ataca as pessoas quando se banham em lagos ou rios, sugando-lhes o sangue. Diz a lenda em algumas regiões do Japão, que ele faz duas vítimas por ano. Quando elas saem da água mostram a pele descorada e vão definhando aos poucos até falecerem.

Kappa (Imagem: reprodução de imagem em site Chinês sobre mitologia asiática)

~ by dineyinsights on December 1, 2013.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: