O homen do Tai-chi

•December 18, 2016 • Leave a Comment

 

De volta a antiga china ontem passou esse filme o homen do tai chi, muito bom, vemos em nossos templos arcanjos com espadas Continue reading ‘O homen do Tai-chi’
Advertisements

Legião Estrangeira, exército composto por mercenários

•December 18, 2016 • Leave a Comment

A história de Alain Lefevre, interpretado por Van Damme no longa “O Legionário”, retrata a realidade de um homem que precisava desesperadamente apertar o botão “reset” na vida. O método não seria muito complexo: bastava se inscrever na Legião Estrangeira da França.

No filme, Van Damme pega sua segunda chance Continue reading ‘Legião Estrangeira, exército composto por mercenários’

Dom pedro 1

•October 15, 2016 • Leave a Comment

Sempre achei história do Brasil uma coisa chata, mas agora tava lendo alguns dados interessantes. Quando se vê Dom pedro eh rapaz teve um periodo bem tumultuado mesmo, inclusive quando volta para europa. Bom se o relato é Real Dom Pedro foi a guerra, e suou a camisa, colocou a mão na massa o ex-monarca pra defender portugal. Durante a guerra contra Miguel,(que rasgou a constituição portuguesa e se fez rei absolutista) Pedro montou canhões, cavou trincheiras, cuidou de feridos, comeu dentre os soldados mais baixos e lutou sob fogo pesado enquanto homens ao seu lado eram alvejados ou explodidos.[168] Sua causa estava quase perdida até ele tomar a arriscada atitude de dividir suas forças e enviar uma parte para lançar um ataque anfíbio no sul de Portugal.

 

Bacamarte Progressivo

•October 15, 2016 • Leave a Comment

Uai Sô

•October 15, 2016 • Leave a Comment

Pistola Master System

•October 15, 2016 • Leave a Comment

cara não é que teve um maluco pirado que foi assaltar uma casa com uma arminha de brinquedo do master system? Mas o que eu tava achando interessante foi que a pistola foi feita baseada no desenho zillion, de qual nunca tinha me dado conta

Unhas grandes na china

•October 15, 2016 • Leave a Comment

Aristocratas chineses tinham o costume de deixar crescer suas unhas para comprimentos ridículos, para mostrar o quão pouco o indivíduo precisava trabalhar com as mãos, provando que era de alta posição social.(nada contra)